sábado, 21 de maio de 2011

Crítica : As Branquelas

Comédia com Irmãos Wayans surpreende, excede
as expectativas e promete ter sequência ainda melhor

Os irmãos Marcus (Marlon Wayans) e Kevin Copeland (Shawn Wayans) são detetives do FBI que estão com problemas no trabalho. A última investigação da dupla foi um grande fracasso e eles estão sob a ameaça de serem demitidos. Quando um plano para sequestrar as mimadas irmãs Brittany (Maitland Ward) e Tiffany Wilson (Anne Dudek) é descoberto, o caso é entregue aos principais rivais dos irmãos Copeland, os agentes Vincent Gomez (Eddie Velez) e Jack Harper (Lochlyn Munro). Para aumentar ainda mais a humilhação da dupla, eles são escalados para escoltar as jovens mimadas do aeroporto até o local de um evento pelo qual elas esperaram por meses. Porém no trajeto um acidente de carro provoca um verdadeiro desastre: enquanto uma das irmãs arranha o nariz, a outra corta o lábio. Desesperadas, elas se recusam a ir ao evento. É quando,para salvar o emprego, Marcus e Kevin decidem por assumir as identidades das irmãs.

Já era de se esperar uma comédia decente. Bom figurino, bom elenco, boa direção e bom tema abordado. Erros, em qualquer filme podemos encontrar, mas aqui são poucos. Uso em excesso de clichês e muitos furos que não atrapalham o desenvolvimento. A parte de maquiagem também é boa, mas fica um pouco distante de parecer uma patricinha de Bevelly Hills ou qualquer outro ambiente, a não ser um Brooklyn ou Morumbi kkkkkkkkkk. Sem dúvida o "ajuda filmes" (que é coodjuvante na maioria dos seus trabalhos) Terry Crews proporciona os melhores momentos da Comédia. É um filme que mesmo assistindo em excesso, conseguimos captar humor na maioria das cenas. Há bastantes erros no filme, mas mesmo assim não deixa de ser a melhor comédia do cinema atual. O maior erro de um filme que pretende ser é bom, é abusar na escolha do elenco. Pois o pretender não significa conseguir. Mas em As branquelas, um elenco que na época (2004) era um pouco desconhecido eles apostaram e conseguiram, mas por olhar ocioso o Excesso de clichês não incomoda mas poderia ser revisto pois é usado excesso, em muito excesso : vários suspeitos, esposa indignada de um, o interesse romântico de outro, investigação clandestina após perda de distintivo. Ao pensar de forma ociosa, o filme realmente erra demais, e passa por um momento de amnésia em todos os personagens presentes na cena e dale erro de roteiro. Será que é possível uma mulher correr atrás de um bandido após roubar suas bolsa, arriscar a vida por uma bolsa ? Díficil, e isso é algo que passa despercebido pelos outros personagens, pois ninguém ao menos desconfia e nem atua, ou ao menos menciona algo em relação de forma desconfiada. E isso atrapalha o filme. Um filme tão bom, merecia mais atenção aos erros.


                                                                                Nota 9                                                          

Informações sobre o filme :
Título : White Chicks
Gênero : Comédia
Direção : Keenan Ivory Wayans
Atores : Marlon Wayans, Shawn Wayans, Jaime King
Duração : 105 min

3 comentários:

  1. A lógica que você espera não existe. O filme não pretende ser realista.A ideia da direção não é convencer.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Sr. Gugu dos Anjos... Primeiramente obrigado por conferir minhas críticas.

    Agora contrapondo-se a sua afirmação, eu não quis dizer que procuro lógica no filme, mas sim nos fatos, para termos uma compreensão além de mais compreensível, mais categórica, no sentido dos fatos que se desenrolam serem melhor explicados e conduzidos. O filme não demonstra o "por que" cada fato ocorre, não desenrola de forma correta.
    Pra mim, como sempre digo As Branquelas é uma das melhores, senão a melhor comédia da última década, mas do olhar telespectador, ou seja, desse ponto de vista, não encontramos erro algum. Quando vi esse filme não era crítico ainda, assistia todos os dias, pois adorava e ainda adoro o filme, pois é o único filme que posso assistir milhares de vezes, e irei sempre rir... Pois foram feitas piadas inteligentes, e é uma comédia inteligente, não forçada, mas do ponto de vista crítico, o filme tem alguns problemas, entre eles o excesso de clichês, mas nada que comprometa ou atrapalhe o filme, pelo contrário, serviu para dar maior humor, porém na crítica, apenas disse ao meu ver, e isso não influenciou na nota, o fato de eu não transpassar a nota máxima, é por alguns erros imperceptíveis, e por algumas cenas, em que o elenco força demais...

    Atenciosamente, Gabrriel
    Equipe Cine Manchete

    ResponderExcluir